Hoje vamos falar sobre como tratar as doenças do trato urinário, especialmente para aquelas pessoas que sofrem com repetidas crises de Cistite e Infecções Urinárias.

Como Naturóloga tenho um olhar para as doenças dentro de um conceito de Integralidade, onde elas (as doenças) aparecem como Sintomas de algo mais profundo para o qual precisamos olhar e compreender. Em outras palavras, aumentar o nível de Consciência sobre nós mesmos. Investir em auto conhecimento. Falei sempre sobre isso aqui no Ser Integral. Você pode conferir as relações entre as patologias do trato urinário e o Chakra da Base ou Primeiro Chakra neste post: Desvendando a Infecção Urinária

Conferiu? Percebeu que uma Cistite ou Infecção Urinária podem estar te alertando para coisas muito mais profundas, do que somente desconforto e dor?

Então preste atenção sobre as dicas e possibilidades complementares que a  Fitoterapia considerada contemporânea – porque engloba conhecimentos milenares, consagrados pelo uso popular e validadas pela pesquisa científica – tem a oferecer.

Dentre as dicas estão cuidados simples como beber água e urinar a cada três horas no mínimo. Normalmente a urina tem um PH ácido que permite “lavar” o canal da uretra impedindo a subida das bactérias normais da vagina, que no caso das mulheres é mais aberto e propício à contaminação. Outra dica legal é urinar antes e após as relações sexuais com o mesmo objetivo, visto que o atrito que elas (as relações sexuais) provocam, podem gerar irritação nos tecidos da vagina, propiciando o surgimento de contaminação por bactérias suas ou do seu parceiro.

As plantas são constantemente agredidas por infecções microbiológicas, o que faz com que desenvolvam mecanismos de defesa. Estes mecanismos de defesa são compostos químicos que também são úteis e utilizados há milênios, para tratamento de infecções em animais e humanos.  Como muito destes compostos são excretados pelos rins e portanto via bexiga, tornam-se especificamente úteis para tratar os males do sistema gênito urinário. Há dois mecanismos pelos quais este compostos químicos das plantas podem agir: os que agem diretamente matando os micro organismos causadores das infeções e aqueles que interferem na adesão às células epiteliais urinárias.

Neste post vamos falar de duas plantas com estas propriedades.

A primeira delas é o Barbatimão ou Stryphnodendron barbadetiman, árvore nativa dos cerrados do Sudeste e Centro Oeste do Brasil, cujas folhas e cascas do caule contem taninos, flavoinoides, saponinas e cumarinas, entre outros princípios ativos que lhes conferem atividades farmacológicas importantes como: anti inflamatórias, anti fúngica, antibacteriana e antiviral. Tem uso popular consagrado reconhecido como cicatrizante, analgésico e antiinflamatório. Estudada há muito tempo, está incluída na Farmacopéia Brasileira de 1929. Seu uso mais comum para alívio dos sintomas da Cistite é na forma de banhos de assento, feitos a partir de decotos da casca do Barbatimão: 30 g em 1/2 de água fervente.

A outra planta é a Vaccinium macrocarpon  ou Cranberry americano que contém taninos chamados proantocianidinas que inibem a adesão dos micro organismos causadores de infecções urinárias no canal da bexiga. Estes compostos químicos exibem potente atividade anti adesiva, formando um efeito anti aderente contra as bactérias, que começa dentro de duas horas e persiste por até 10 horas após a ingestão do composto. A boa notícia é que o Cranberry é uma fruta que pode ser consumida como suco – sem acúcar, na dose de 250 a 500 ml, duas a tres vezes ao dia. No mercado também podem ser encontradas na forma de cápsulas. Seu uso é seguro também na gravidez e lactação. O máximo de efeito colateral pode ser um ligeiro efeito laxativo. Vale lembrar que a Blueberry ou Mirtilo tem as mesmas propriedades e seu consumo é muito recomendado. Ambas são poderosas antioxidantes e portanto importantes auxiliares do Sistema Imunológico.

Sim porque vale ressaltar a importância de um Sistema Imunológico íntegro e fortalecido para manter a saúde. E para que isso aconteça é imperioso cuidar da nossa saúde de forma integral, considerando aspectos simples do viver como, respirar adequadamente, alimentar-se com equilíbrio e cultivar bons relacionamentos.

A Natureza é fonte inesgotável de recursos à nossa disposição. Existe uma ampla gama de fitomedicamentos com ação no sistema urinário e em outros sistema do nosso corpo. Claro que devem ser utilizados com o cuidado que qualquer medicamento requer, especialmente no tocante às dosagens e sempre recomendados por profissionais habilitados com conhecimentos na área.

Ficou alguma dúvida, quer saber como eu mantenho a Cistite longe? Envie um email para serintegralsaudes@gmail.com ou deixe uma mensagem em nossa Fanpage ou no @saudeserintegral

Desejo a você dias lindos, plenos de paz e saúde.

Com amor e gratidão!

Para saber mais:

Fitoterapia Contemporânea Tradição e Ciência na Prática Clínica – Glaucia de Azevedo Saad et all


Rouse Marrie

Eu sou Rouse Marrie, Naturóloga, Especialista em Plantas Medicinais, Aromaterapia e Cromopuntura, Praticante de EMF Balancing Technique, Reiki e Terapeuta de Registros Akáshicos. Acredito firmemente na capacidade evolutiva do Ser Humano: não existe retrocesso. Às vezes damos um passo à frente e parece que damos dois para trás, mas é com estes passos que construimos a caminhada das nossas Almas. Se você sentir em seu coração que quer fazer esta caminhada com Amor, não hesite! Venha conosco!

Vamos comentar

%d blogueiros gostam disto: