Há alguns dias fui agradavelmente surpreendida por um email de um senhor, vamos chamá-lo aqui pelo nome fictício de Marcelo. Em seu email ele me dizia que leu em meu blog algumas orientações sobre fitoterapia para tratar problemas de saúde e queria saber o que eu recomendava para urgência/frequentes micções por conta de uma Hiperplasia Benigna de Próstata (HPB).

A supresa ficou por conta de eu escrever com foco no público feminino e sempre oferecer dicas para as mulheres. Mas fiquei feliz pelo interesse que o Marcelo demonstrou e principalmente  por buscar ajuda num site predominantemente feminino. Sinal de maravilhosa mudança de paradigmas. Estamos todos juntos no mesmo barco e sim podemos nos auxiliar mutuamente.

Considerando que existem por aí milhares de Marcelos vivendo as mesmas dificuldades, especialmente aqui no Brasil que a nossa população está envelhecendo velozmente, decidi então dedicar um post ao assunto saúde masculina, com o tema: Hiperplasia Benigna de Próstata e compartilhar as informações que enviei ao Marcelo a respeito do assunto.

A HPB é uma condição comum ao envelhecimento. Algumas estatísticas dão conta de que mais da metade da população masculina com mais de 60 anos tem HPB, embora não se saiba exatamente porque essa condição ocorre. É bem possível que sofra influência de hormônios como testoterona e di-hidrotestosterona (DHT) e estrogênio e provoque o aumento da prostáta. A boa notícia é que a HPB não é câncer e nem provoca câncer. Também não é uma sentença para os homens, já que nem todos desenvolvem a disfunção.

Os sintomas mais comuns da HPB são: a micção frequente, dificuldade para urinar até a incapacidade para urinar. Ou seja os sintomas podem apresentar dificuldades crescentes que no caso da incapacidade de urinar podem provocar sérios danos aos rins e bexiga. São os casos de urgência médica e que devem tratados como tal.

Aqui vale o parêntesis: Um dos nossos objetivos aqui no Ser Integral é o auto cuidado que se manifesta principalmente na prevenção e promoção da saúde. Sendo que damos muito mais destaque à promoção da saúde que para nós significa RESPONSABILIDADE consigo. Adotar esta responsabilidade, pode significar MUDANÇA DE ESTILO DE VIDA, mas com grandes benefícios tanto na prevenção como na promoção da saúde como um todo e não apenas para minimizar os sintomas da HPB. Acompanhe comigo:

Reduzir o consumo de álcool e cafeína;

Praticar exercícios físicos regularmente;

Praticar técnicas de relaxamento e contra o estresse;

Criar o hábito de ir ao banheiro quando sentir vontade de urinar;

Esvaziar totalmente a bexiga, aguardar um momento e tentar novamente.

É muito importante o acompanhamento médico com os exames que definirão o diagnóstico. E aí de novo vale o parentêsis, sobre a importância do auto cuidado, deixando de lado os famosos pudores e preconceitos masculinos com relação aos exames de toque retal para avaliar o tamanho e a forma da próstata, muito importantes para o diagnóstico médico correto.

Após o diagnóstico médico, você assim como o Marcelo (do qual falei no inicio do post, lembra-se?) pode procurar formas alternativas de tratamento. Uma delas é a Fitoterapia que se utiliza das Plantas Medicinais para tratar e prevenir doenças e que só deve ser utilizada sob a supervisão de um profissional credenciado. Ou seja nunca deve ser utilizada sob a forma de auto medicação.

As pesquisas mais recentes na literatura científica, sobre tratamento para HPB com Fitoterapia dão conta das seguintes indicações:

Curcubita pepo (abóbora);

Pygeum africanum (pigeum)

Serenoa repens (saw palmeto);

Urtica dioica ( urtiga).


Finalmente para fechar com chave de ouro nosso post sobre a Saúde Masculina, oferecemos a dica mestra sempre fazemos aqui no Ser Integral:
que é o tratamento da HPB com a Fitoenergética. Um sistema natural de cura, equilíbrio e elevação da consciência,   que utiliza as propriedades vibracionais das plantas medicinais na restauração da saúde física, mental e emocional. Eu convido você para saber mais acessando: Fitoenergética. Permita-se desfrutar dos benefícios que a Mãe Natureza generosamente nos oferece através das Plantas Medicinais. Utilizar a Fitoterapia é maravilhoso e eu recomendo fortemente, até porque sou Naturóloga e Especialista em Plantas Medicinais, mas a Fitonergética nos permite utilizar a energia sutil das plantas e com ela (a energia) acessar também a anatomia sutil dos seres vivos. A grande vantagem disso é que como a Fitoenergética dispõe de vários possibilidades de uso, permite contornar as contra indicações que as Plantas Medicinais provocam com seu uso direto nos chás e tinturas, por exemplo.

Se esta informação tocou seu coração de algum modo, não hesite: entre contato comigo através do email serintegralsaudes@gmail.com e marque uma consulta para si ou para alguém que você ama e está com dificuldades de HPB.

Quer saber como funcionam os Atendimentos? É só clicar no link e se informar sobre todos os detalhes, inclusive de todos os Atendimentos que disponibilizamos.

Um grande abraço e Toda Luz para você e os seus. E se quiser ajudar mais pessoas a conhecer nosso trabalho e a beneficiar-se das informações que disponibilizamos, agradecemos por acessar nosso site no SerIntegralSaude e curtir//compartilhar nossa fanpage SerIntegral.


Para saber mais:

📗 FITOTERAPIA CONTEMPORÂNEA – Tradição e Ciência na prática Clínica  dos médicos dra Glaucia Saad/Antonio Carlos Seixlack e dos farmacêuticos Paulo Henrique Léda e Ivone Manzali de Sá – Editora Elsevier – Rio de janeiro RJ.

📗FITOENERGÉTICA – BRUNO J GIMENES – ED . Luz da  Serra – Nova Petrópolis – RS


Rouse Marrie

Eu sou Rouse Marrie, Naturóloga, Especialista em Plantas Medicinais, Aromaterapia e Cromopuntura, Praticante de EMF Balancing Technique, Reiki e Leitora de Registros Akáshicos. Acredito firmemente na capacidade evolutiva do Ser Humano: não existe retrocesso. Às vezes damos um passo à frente e parece que damos dois para trás, mas é com estes passos que construimos a caminhada das nossas Almas. Se você sentir em seu coração que quer fazer esta caminhada com Amor, não hesite! Venha conosco!

Vamos comentar

%d blogueiros gostam disto: